Perda auditiva em músicos – como evitar problemas

Entende-se como músico qualquer pessoa que tenha ligação direta com a música, seja cantando, compondo músicas, tocando instrumentos musicais, dirigindo um coral ou um grupo de músicos, entre outras funções. Essa ligação com a música pode ser profissional ou amadora. Nos dois tipos, o problema auditivo poderá ocorrer, porém é mais possível de acontecer com os músicos profissionais, aquelas pessoas que vivem apenas disso. Os músicos profissionais estão expostos, na maior parte do tempo, seja ensaiando ou em uma apresentação, a um som muito alto, muito mais alto que o recomendado para que a audição não seja prejudicada. Essa exposição sonora causa pode causar perda auditiva induzida por ruído, a PAIR, que é uma doença crônica e irreversível causada pela agressão às células ciliadas do órgão de Corti, que acontece devido a exposição prolongada e constante a ruídos intensos.

Em um estudo realizado por um audiologista, Dr. Sargunam Sivaraj, como parte da pesquisa de phD da Universidade de Massey, Nova Zelândia, pode-se concluir que mais de 60% dos músicos de orquestra, de 27 a 66 anos, dos casos estudados, tinham perda auditiva, como também 22% dos que tinham a idade entre 18 e 38 anos e 16% das crianças que tinham entre 8 e 12 anos. O estudo realizado mostrou que a exposição à música durante muitos anos causa o aumento da perda auditiva em um número significante de músicos profissionais, observado em todas as idades e grupos musicais.

O que outras pesquisas podem observar é que um número significativo de músicos não tem informações o suficiente para os riscos causados pela exposição prolongada aos intensos ruídos. Porém, muitos daqueles que tem informações sobre os riscos, não procuram tomar os devidos cuidados recomendados pelos médicos da saúde auditiva.

Algumas ações podem ser feitas para evitar os problemas. O uso de protetores de ouvido são muito importantes e uma das principais formas de evitar problemas, principalmente na vida daqueles, como os músicos, que são expostos ao barulho.

Todos os músicos devem fazer exames anuais para saber como está sua audição, se está tudo perfeito ou se tem algum problema, para que possa iniciar um tratamento adequado e se necessário o uso de aparelhos auditivos.

Também é recomendável que os músicos não fiquem expostos diretamente a caixas de som e que o volume dos equipamentos sonoros seja mais baixo nos ensaios e evitar o uso de fone de ouvido com o volume alto. O ideal é que não exponham seus ouvidos a sons com intensidades superiores a 90 dB, já que acima dessa intensidade pode causar a perda auditiva.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!




 

*