Perda auditiva e a depressão

Perda auditiva e a depressão

Perda auditiva e a depressão 

A depressão é uma doença terrível e que assola pessoas que diversas idades, em especial as mulheres. E você sabia que ela pode estar relacionada com a perda auditiva?

O grande desafio de quem sofre com problemas de audição é aceitar o problema e tentar se encaixar na sociedade.

Dificuldade em se relacionar com as outras pessoas, tonturas, zumbidos ou mesmo falta de equilíbrio são alguns dos sintomas de quem sofre com perda auditiva. E por conta desses problemas muitos pacientes se isolam em seu mundo solitário, causando mal a sua autoestima e saúde mental, pois acham que não são capazes de viver uma vida normal.

Um estudo feito pela National Health and Nutrition Examination Survey com 18 mil pessoas, em fase adulta, mostrou os efeitos da perda auditiva para a saúde mental. O resultado foi: dos que eram totalmente surdo tinha apenas 0,06% que sentiam-se deprimidos; dos que tinham uma excelente audição, 5% sentia-se deprimido; dos que possuíam boa audição 7% sentiam-se deprimidos; dos que tinha uma perda auditiva mais evidente cerca de 11,4% sentiam-se altamente deprimidos.

A surdez é um problema que gera muita tristeza para quem sofre dela, e por isso, a família deve estar presente na vida dessa pessoa, mostrando seu apoio e unindo-se para ajudar a proporcionar uma melhor qualidade de vida para ela.

1 Comentário

  1. Mauricio disse:

    Muito bom este artigo!

Deixe o seu comentário!




 

*