A surdez não afeta apenas o deficiente auditivo, afeta toda a família

A surdez não afeta apenas o deficiente auditivo,

afeta toda a família

 A surdez não afeta apenas o deficiente auditivo, afeta toda a família

 

A perda auditiva não gera consequências apenas para o paciente, mas também para as pessoas que estão em sua volta, especialmente seus familiares, pois convivem diariamente com ele.

O deficiente auditivo precisa entender que ficar preso em seu mundo de solidão, afastando-se de tudo e de todos, não é a solução.

Quem sofre de perda auditiva, em alguns casos não percebe a dor dos seus familiares, que tem que aprender a conviver com esse problema e até acabam se cobrando demais, achando que o que fazem ainda não é o suficiente.

Em muitos casos a própria pessoa que sofre com a perda auditiva acaba se excluindo de momentos em família, evitando ir a festas de aniversário, casamentos, festas de finais de ano e encontros em famílias, por achar que não se sentiria bem ali ou mesmo que ela não conseguiria se comunicar bem.

Algumas pessoas costumam dizer que a trajetória de quem sofre de perda auditiva é reclusa, ou seja, eles sentem-se sozinhos, mas não é para ser assim, a família precisa estar presente nessa hora e, juntos, encontrarem um meio de se adaptar à nova vida e remover qualquer dor, sofrimento e sentimento de culpa de todos.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!




 

*